Pesquisar
Close this search box.

Ampliação da ETE Itatiba

ITATIBA - SP

A ampliação da ETE Itatiba refere-se à execução de novas estruturas. Entre elas, decantador primário, decantador secundário, filtro aeróbio submerso, estação de recirculação e descarte de lodo, caixa divisora e entrada. Além disso, houve a recuperação de estruturas existentes: filtros biológicos aerado submerso.

Impermeabilização e proteção do filtro Aerobico da ETE Itatiba

O novo marco legal do saneamento básico prevê acesso à água potável para 99% da população e tratamento e coleta de esgoto para 90% da população até 2033. Por isso, há grandes investimentos e destravamentos no setor de saneamento. Neste sentido, temos muitas obras em construção e recuperação para atingir as metas definidas.

Porém, é necessário construir estruturas planejadas e duráveis. A Penetron Brasil está alinhada com esta necessidade do mercado. Ou seja, estamos preparados para apoiar na construção de estruturas de concreto impermeáveis e protegidas com sistema mineral completo de vida útil prolongada.

Desafio do projeto de ampliação da ETE Itatiba

Entre os desafios de ampliação da ETE Itatiba, conta-se a construção de novas estruturas de concreto de decantadores e filtros para tratamento de esgoto. Eles necessitam de impermeabilização duradoura, dada a dificuldade de acesso para intervenções, justificada pelo funcionamento permanente atrelado ao alto volume de vazão.

Além disso, destaca-se o fato de que o esgoto em contato com o concreto é um agente de sua deterioração precoce. Assim, necessita também de impermeabilização com proteção química do contato entre a estrutura e o efluente.

Por fim, como nos informa a NBR 9575, é necessário conter os fluídos dentro destas estruturas. Caso contrário, pode haver perda de produtividade do tratamento. Neste caso, tratando-se de esgoto sanitário, é preciso considerar a prevenção de contaminação do solo.

Também foi executada recuperação de filtros existentes de concreto desta estação. Quer dizer, realizou-se nova impermeabilização visando uma vida útil superior para as estruturas.

Produtos: PENETRON, PENECRETE MORTAR e WATERPLUG.

Características do projeto: Aproximadamente 12.000 m² entre paredes e pisos das estruturas, com a aplicação da solução da Penetron para impermeabilização e tratamento de juntas de concretagem e falhas.

Por que escolheu a Penetron Brasil?

O cliente já trabalhou com o sistema autocicatrizante da Penetron em obras anteriores da construtora e sempre esteve satisfeito com o alto desempenho das soluções adotadas.

Solução Penetron aplicada na ampliação da ETE Itatiba

Realizou-se a impermeabilização e proteção de todo concreto das estruturas de ampliação da ETE Itatiba com a pintura autocicatrizante Penetron por aplicação tópica. Mais ainda, considerou-se o consumo de 1,6 kg/m², de forma projetada.

Em seguida, para o tratamento das juntas de concretagem, utilizou-se a solução de pintura autocicatrizante com argamassa de reparo autocicatrizante, PENECRETE MORTAR.

Após o teste de estanqueidade, impermeabilizou-se os pontos de vazamentos por falhas construtivas que persistiram após o período de ativação do sistema com o sistema WPP (WATERPLUG, PENETRON e PENECRETE MORTAR). Nesse sentido, destacamos que utliza-se o Waterplug, uma argamassa de pega rápida,  para bloquear imediatamente o fluxo de água. No entanto, trata-se de tratamento provisório. Por isso, executou-se na sua sequência o tratamento definitivo com PENETRON e PENECRETE MORTAR.

Em estruturas existentes, em alguns pontos o cobrimento foi recuperado com Penecrete Mortar e a impermeabilização de toda a estrutura foi refeita com Penetron.

Resultados obtidos

As estruturas obtiveram o nível de estanqueidade que atendeu ao cliente.

Boa parte das estruturas de ampliação da ETE Itatiba já está em funcionamento.

Veja mais fotos

Conheça outros Projetos

Vista externa da construção da ETA Baguaçu
Construção do novo Data Center da BOVESPA, na cidade de Barueri no estado de São Paulo, com produtos de impermeabilização de concreto da Penetron.
Imagem mostra vista externa das obras do Mangueirão