Pesquisar
Close this search box.

Mangueirão – Estádio Jornalista Edgar Proença

Belém - PA

A obra do Mangueirão constitui-se com a reconstrução e modernização do estádio, o principal do estado. Realizou-se o projeto pelo Governo do Pará para atender às normas da CBF e da FIFA. Veja o vídeo abaixo.

Além disso, o projeto incluiu a recuperação das estruturas, prevendo uma nova vida útil para elas. Mais ainda, considerou-se o desgaste sofrido ao longo de anos de exposição às intempéries.

Após avaliação e monitoramento das manifestações patológicas e da condição estrutural, desenvolveu-se um projeto de recuperação das estruturas. Nesse sentido, incluiu-se procedimentos de reparo do concreto, tratamento de fissuras, impermeabilização e proteção do concreto. Executou-se tais ações no menor período possível, pois o estádio ficaria impossibilitado de receber jogos durante a execução dos serviços.

Imagem mostra vista externa das obras do Mangueirão

Desafio: recuperação de algumas estruturas de concreto do Estádio do Mangueirão, que estavam apresentando deterioração pela ação do tempo, pois já tinham 43 anos de idade, com exposição à chuvas diárias e altas temperaturas, comuns na cidade de Belém.

Produtos: PENETRON INJECT, PENETRON e PENECOAT FLEX.

Por que escolheu a Penetron Brasil para o Mangueirão?

A Penetron possuía produtos com a tecnologia requerida em projeto e que forneciam alta durabilidade das estruturas, gerada pela proteção destas.

Solução Penetron aplicada

Uma das manifestações patológicas apontadas para reparo no Mangueirão foi a segregação do concreto nas juntas de concretagem dos pilares. Quer dizer, para este preenchimento o material deveria ter características parecidas ao do concreto original. Entre elas, módulo de deformação e resistência à compressão. Então, aplicou-se o Penetron Inject, que além de atender as características solicitadas, também possuía propriedades autocicatrizantes.

Mais ainda, executou-se na marquise outra recuperação e proteção, sendo este um elemento estrutural bastante delicado e que exigiu um grande planejamento. É uma estrutura em balanço, de concreto armado, com espessura de 4 a 9 cm, que é sustentada por vigas invertidas. Muitas áreas apresentavam armadura exposta e corroída e baixíssimo cobrimento, então, para sua recuperação, foram aplicados a argamassa polimérica Penecoat Flex para fixação de uma tela de fibra de vidro na face inferior da laje e para dar proteção ao concreto e, nos trechos da marquise sobre o corredor, que circunda o estádio, onde não havia a tela de fibra de vidro, e em toda face superior da marquise, foi aplicada a argamassa autocicatrizante Penetron para proteção alcalina e para melhorar o desempenho do concreto devido ao baixo cobrimento da armadura.

Resultados obtidos

Nas primeiras chuvas, pode-se verificar a redução das infiltrações pelo concreto devido a ação autocicatrizante do Penetron.

Conheça outros Projetos

Fábrica de papel Klabin, com soluções Penetron na estrutura
O AquaRio – Aquário Marinho do Rio de Janeiro, teve 3.200 kg de produtos impermeabilizantes Penetron para tratar do concreto de seus tanques.
A Companhia de Saneamento Ambiental optou pelo sistema de impermeabilização Penetron para a proteção de suas estruturas.