Pesquisar
Close this search box.

Recicle / Veolia – Estação de tratamento de chorume

Brusque - SC

A Recicle / Veolia – Estação de tratamento de chorume é responsável pela gestão de resíduos sólidos do município de Brusque/SC. Assim, a estação utliza soluções tecnológicas para receber e processar os RSU (Resíduos Sólidos Urbanos), destinando de modo adequado restos de alimentos, entre outros materiais rejeitos. Mais ainda, neste processo há a geração gás, que é drenado e queimado, e de chorume (líquido escuro que sai do lixo), que é drenado e tratado antes de ser encaminhado para cursos d’água.

Imagem mostra vista externa do Recicle Veolia

Além disso, toda a área é monitorada, com poços de monitoramento de água subterrânea, pontos de coleta de água e solo. Há ainda programas e educação ambiental da população do entorno para que não haja contaminação.

Santa Catarina se destaca como referência na destinação e tratamento dos resíduos, sem lixões em operação devido a uma ação do Ministério Público Estadual com o Programa Lixo Nosso de Cada Dia.

O CGR (Centro de Gerenciamento de Resíduo) de Brusque está em operação desde 1997. Ele recebe resíduos sólidos urbanos de 15 municípios da região, totalizando em média 20 mil ton/mês. Ampliou-se a estrutura com a construção do tanque de concreto para o tratamento do chorume, sendo esta uma estrutrura que não poderia ter vazamentos, dada a contaminação do solo causada por esta falha. Há também a preocupação quanto ao ataque químico do fluído, que é agressivo ao concreto e à armadura. Neste sentido, foi necessário prever um sistema de impermeabilização e proteção da estrutura.

Desafio: Estanqueidade em uma estação de tratamento de chorume de concreto.

Produtos: PENETRON ADMIX, PENETRON, PENECRETE MORTAR.

Por que escolheu a Penetron Brasil para o projeto da Recicle / Veolia ?

Confiança, atendimento e histórico de sucesso em obras anteriores.

Solução Penetron aplicada

Na Recicle / Veolia, todo o concreto moldado in loco das estruturas recebeu o aditivo autocicatrizante Penetron Admix. O objetivo era a obtenção de um concreto de baixa permeabilidade e com propriedade de autocicatrização de fissuras passivas de até 0,5 mm.

Mais ainda, dado o tamanho da obra, dividiu-se a concretagem em etapas, gerando juntas de concretagem. Por isso, as juntas receberam o selamento com a argamassa autocicatrizante PENETRON e a argamassa de reparo estrutural autocicatrizante PENECRETE MORTAR. Por fim, utilizou-se o mesmo tratamento para o selar os pontos de travamento da fôrma. Ou seja, em ambos os casos, realizou-se a execução pelo lado interno para impedir a passagem do fluído por estes pontos críticos.

Resultados obtidos

Superamos a expectativas do cliente, gerando estanqueidade verificada após o teste de carga, e, atualmente estando em uso a anos, sem presença de vazamentos e sem deterioração do concreto em contato com o fluído.

Conheça outros Projetos

A Companhia de Saneamento Ambiental optou pelo sistema de impermeabilização Penetron para a proteção de suas estruturas.
O Trump Hotel, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, produtos impermeabilizantes Penetron no concreto e no subsolos usou-se sistema White Tank.
Vista aérea do projeto Cidade Matarazzo